O Gosto do Cheiro
por Celso Nogueira
Apreciadores de charutos encontram no mercado produtos desenvolvidos para atender ao que se supõe ser a preferência destes requintados consumidores, com maior ou menor grau de sucesso.


Um exemplo de produto associado ao tabaco é o perfume Montecristo, produzido sob licença da Habanos SA.  Mas há roupas, cognac e café com nomes de charutos, como Cohiba e Robaina. Essas marcas pertencem à empresa de capitais cubanos e espanhóis Habanos SA, que as licencia. A Arco Têxteis de Portugal, por exemplo, adquiriu licença para uso internacional para produtos que não o tabaco, desde o têxtil à ourivesaria, perfumes, serviços e, em alguns países, o café.

Em aberto, para mais tarde, fica o estabelecimento de parcerias para o lançamento das grifes Montecristo e Cohiba em outras áreas. Uma das possibilidade surge no setor dos serviços, com a abertura de clubes e hotéis de charme com o selo Monte Cristo. Vamos torcer para que o projeto não inclua chifre e masmorra... e inclua café.

O café cubano, todo ele arábica, de produão quase artesanal, é de primeira qualidade, e não fica a dever nada aos melhores grãos do Cerrado Mineiro. O Montecristo seria destaque em qualquer degustação de cafés premium do mundo.

Roupa velha

Todos acham o ápice da elegância o maior símbolo vivo do charuto no mundo, don Alejandro Robaina, acender um puro de sua marca usando a famosa camisa típica chamada guaiabera, na varanda de sua vega, em Cuba. Todos cobiçam os merecidamente famosos charutos. Mas, vem cá, quem realmente quer uma daquelas camisas do tempo do onça? Fala sério, vai bem nele, que é o onça. É que nem boina do Che Guevara.

Para o pessoal da Habanos, que produz a legendária guaiabera, trata-se de preservar uma manifestação cultural tradicional. Concordo, mas acho que seu lugar é num museu... Bem, para quem gostou da idéia, vale saber que a camisa é de linho ou algodão, feita à mão, numerada e embalada em requintada caixa para presente. Aliás, você já escolheu o que vai dar para o síndico do prédio, sogro ou inimigo secreto? Se não, pense na Guayabera Vegas Robaina

Davidoff

Melhor apetrechados para monitorar as tendências mundiais de gosto, o pessoal da Davidoff serve como exemplo de desenvolvimento de produtos associados ao lendário charuto, a ponto de haver quem pense que o charuto é que foi desenvolvido a partir da grife, e não o contrário.

Além dos charutos e cigarrilhas Davidoff, Avo, Zino, Griffins e Private Stock, existem bebidas, camisetas, chaveiros, relógios e perfumes, entre outros produtos. Um dos sucessos é a colônia Cool Water Davidoff, em versão masculina e feminina. Na versão masculina, segundo o fabricante destinada ao “homem ao mesmo tempo dinâmico, excitante e sensual”, há notas de hortelã, alecrim, abacaxi, violeta, cedro, jasmim e lavanda, que ficam bem numa água de cheiro, mas que seriam assassinas num charuto ou vinho.

Angelina

Além dos perfumes existe no mercado o Aromatizador de Ambiente Angelina, especialmente desenvolvido para suavizar o odor dos charutos em ambientes fechados.

 

 
  Newsletter
Cadastre-se e receba nossas
novidades em seu email.
Nome:
Email:


 
     
  Charutos Personalizados
Comemore o nascimento de seu filho, casamento ou uma conquista de sua empresa com charutos personalizados.



 
     
   Telefones:  (11) 5096-2494 / 5041-1596
  © Copyright Charutos e Bebidas. Todos os direitos reservados.
  Qualquer reprodução deste material deverá ser feita com autorização.