Moscatel de Setúbal valoriza bons charutos

Por Joice Lavandoski

As opções de vinhos portugueses de sobremesa para acompanhar charutos não se restringem aos Portos e Madeiras. Na área das Terras do Sado há a região demarcada do Moscatel de Setúbal, um vinho adocicado, com acidez pronunciada. Acompanha muito bem charutos de força média, como os Dannemann número 1.

Moscatel é uma variedade de uva geralmente utilizada ara a elaboração de espumantes. Originária do Egito que expandiu-se pelo Mediterrâneo a partir de Alexandria, possivelmente na época do Império Romano. Em Portugal a uva Moscatel é utilizada também para a elaboração de um vinho generoso, denominado Moscatel de Setúbal, com uma graduação alcoolica entre 17º e 20º e característico da região de Setúbal, cidade próxima da capital do país, Lisboa.

Os vinhos Moscatel de Setúbal possuem Denominação de Origem que garantem qualidade e origem de produção delimitada pelos municípios de Palmela, Setúbal e parte do distrito de Nossa Senhora do Castelo.


Existem dois tipos de vinhos Moscatel, o branco e o roxo elaborados, respectivamente, a partir de uvas Moscatel de Setúbal e Moscatel Roxo. Os vinhos só podem ser designados Moscatel de Setúbal e Moscatel Roxo, quando estas contribuírem com, pelo menos, 85% do mosto utilizado. O roxo é raro, e o branco na verdade apresenta coloração intensa, tendendo ao topázio.

Mas qual a diferença entre vinho generoso e vinho licoroso? A diferença entre estes dois termos é que apenas as Denominações de Origem produzem vinhos generosos ao passo que as outras regiões produzem vinhos licorosos. Quando se fala dos vinhos generosos portugueses há sempre três regiões que nos vêm à cabeça: o Vinho do Porto, o Vinho da Madeira e o Moscatel de Setúbal.


Este vinho generoso é caracterizado pelas suas especiais qualidades de aroma e sabores peculiares e inconfundíveis. Pode ser bebido antes das refeições como aperitivo, como também após as refeições, como digestivo.

Uma vinícola portuguesa muito conhecida no Brasil e comentada em revistas de gastronomia é a Bacalhôa, produtora de vinhos generosos Moscatel de Setubal e Moscatel Roxo. O Moscatel de Setúbal é comercializado aqui com a marca JP.



Em 2008, celebrou-se o centenário da Região Demarcada do Moscatel de Setúbal. A certificação da DOC Setúbal é feita pela Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal. Ver: www.moscateldesetubal.com


Fonte: Joice Lavandoski - Bacharel e Mestre em Turismo pela Universidade de Caxias do Sul (UCS) Professora de Turismo e Hotelaria

 

Nota de Degustação

O site Notas de Degustação é uma referência em termos de avaliação honesta de vinhos. Um de seus participantes comenta o J.P. Moscatel - Azeitão - Moscatel de Setúbal -  Bacalhoa Vinhos

Moscatel de Setúbal
Azeitão - Portugal
17,5%
Degustado em Abril de 2006
Temperatura ambiente: 18ºC
Temperatura vinho: 6ºC
Rolha: normal - Sedimento: ausente
Permance em carvalho por 3 anos.

Visual - Cor âmbar, límpido, transparente, brilho intenso e xaroposo.

Olfativo – Muito intenso e qualidade muito boa. Agradável, alcóolico e frutado.
Aromas de caramelo, ameixas pretas e doces em compota. Toques cítricos.

Gustativo – Muito intenso e qualidade muito boa. Ótima persistência.
Na boca apresenta caramelo, mel e damasco. Perfeita nota de ameixas pretas com final de doce de casca de laranja

Amargor médio, álcool equilibrado, acidez adequada. Robusto e equilibrado. Macio.

Evolução muito boa.
92 pontos
Degustador: RM

Fonte: http://www.notasdedegustacao.com.br

 

 

 

 
  Newsletter
Cadastre-se e receba nossas
novidades em seu email.
Nome:
Email:


 
     
  Charutos Personalizados
Comemore o nascimento de seu filho, casamento ou uma conquista de sua empresa com charutos personalizados.



 
     
   Telefones:  (11) 5096-2494 / 5041-1596
  © Copyright Charutos e Bebidas. Todos os direitos reservados.
  Qualquer reprodução deste material deverá ser feita com autorização.