Dona Flor Rothchilde
Menendez lança Rothchilde

A pressa chegou aos charutos, tradicionais recantos da tranquilidade, a exigir horas de relaxamento e contemplação. Quem não quer abrir mão do prazer de degustar um puro baiano e tem pouco, muito pouco tempo, agora conta com uma opção que proporciona cerca de vinte minutos de fumada, o Rotchilde Dona Flor.

Com 100 mm de comprimento e diâmetro de 19,8 mm, o Rothchilde apresenta miolo com tabacos Mata Fina e Mata Norte, capote Mata Fina e capa clara Connecticut ou escura Mata Fina. Além das caixas e maços com 25 unidades, o novo charuto é comercializado também na prática petaca de três unidades.

Com o lançamento do Rothchilde a Menendez Amerino completa sua ampla gama de charutos com um formato já consagrado internacionalmente como um dos preferidos nos grandes centros urbanos. De todo modo, os apreciadores dos fumos nacionais continuam contando com a variedade de opções das linhas Dona Flor, Aquarius e Alonso Menendez, que vão do petit ao double corona.

A história da Menendez Amerino começou no século XIX, com os irmãos Francisco e Ramon Garcia, que beneficiavam e comercializavam fumo cubano para a Espanha e Estados Unidos. Na década de 1930 os irmãos Garcia, juntamente com Alonso Menendez, fundaram a Menendez Garcia Sociedade Ltda, iniciando uma bem sucedida trajetória na fabricação de charutos, que envolve o lançamento do Montecristo, atualmente a maior marca de charutos premium do mundo, e em seguida a compra da marca H. Upmann da Cia Britânica de D.G. Freeman.

Na década de 50 a Menendez y Garcia, que seria a maior produtora e exportadora de charutos de Cuba, liderava de forma expressiva as vendas no mercado cubano com o dobro de participação em relação à segunda colocada, a Cifuentes, então detentora da famosa marca Partagas, entre outras. Quando Fidel Castro assumiu o poder em 1959 houve um grande processo de confisco e a família Menendez perdeu sua fábrica, o que tirou a condição de sobrevivência dos seus membros, restando-lhes como alternativa o exílio. A primeira escala da família foi em Miami, mas logo em seguida Alonso retornou a sua terra natal (Espanha), deixando para trás parte dos seus familiares.

Nas Ilhas Canárias Alonso, junto com os filhos Benjamim e Félix, continuaram trabalhando na atividade de beneficiamento do fumo e na produção de charutos montando a Cia Insular Tabacalera. Alonso aspirou conhecer outras culturas de fumo pelo mundo
afora, o que lhe propiciou um vasto conhecimento e relacionamento com outros industriais e comerciantes do setor. Essa atitude culminou numa profícua relação entre ele e Mário Amerino Portugal; este trouxe novas informações para sobre os fumos cultivados no Recôncavo Baiano pela família Portugal, que já tinha tradição no ramo do tabaco de mais de 100 anos.

Menendez passou a negociar com Mario Portugal, comprando deste a matéria-prima. Alonso Menendez morreu em 1965 e Benjamim assumiu a liderança dos negócios, apoiado
diretamente por Félix. A constante busca por fumos de qualidade e condições ideais
para produção de charutos premium fez com que em 1976 Benjamim aceitasse o convite de Mário Portugal e se transferisse com a família e uma equipe de técnicos cubanos para a Bahia. Eles trouxeram sementes, utensílios e uma tradição secular na produção de charutos.
Treinaram mão-de-obra local (na maioria feminina) e logo no ano seguinte já iniciavam os  embarques para os Estados Unidos. Fundou-se assim, em 22 de abril de 1977, a Menendez Amerino Ltda.

As primeiras marcas lançadas foram:

El Pátio (1978);
Amerino (1979);
Alonso Menendez (1980).

Em agosto de 1985, Benjamim voltou para a República Dominicana para ocupar a vice-presidência da General Cigar, fabricante de peso e detentora de marcas reconhecidas
internacionalmente como Macanudo e Partagas. Em São Gonçalo dos Campos, cidade baiana onde fica a sede da Menendez Amerino, deixou seu irmão Félix na direção da empresa. Félix, um dos maiores especialistas na fabricação de charutos no mundo, lançou as melhores marcas do mercado, além da já anteriormente citada Alonso Menendez (1980), vieram Dona Flor (1987), Gabriela (2001) e Aquarius (2003).

Outro grande expoente da Menendez & Amerino é o Master Blender Arturo Toraño - primo de Félix que chegou ao Brasil em 1960. Toraño sempre atuou na área de beneficiamento de fumo para exportação e entrou na Menendez em 1998, trazendo na bagagem vasta experiência no negócio de tabaco. Ele agregou atributos ao produto que o tornam referência, sobretudo pela obstinação pela perfeição nos processos de seleção, classificação e maturação do fumo, aspectos fundamentais para um charuto que busca reputação mundial.

Qualidade e Tradição

Os charutos são confeccionados manualmente pelo padrão da genuína tradição cubana e utilizam tecnologia secular no processo de fermentação das folhas de fumo, bem como no controle de temperatura e umidade, aspectos essenciais para a qualidade dos produtos.

A empresa controla todos os estágios da produção, do plantio à fabricação das embalagens de madeira dos produtos. O fumo exclusivamente brasileiro, está no nível dos melhores charutos do mundo. A empresa detém a liderança do mercado nacional e exporta para
diversos países, como: Argentina, Chile, Aruba, Estados Unidos, Canadá, Austrália, Japão, Mal ásia, Alemanha, Suécia, Rep.Checa, Dubai e Rússia. A empresa, que começou com 80 funcionários, hoje conta com 300 empregos diretos e 1500 indiretos.

Em abril de 2007 a Menendez & Amerino completou três décadas de existência dedicados ao aprimoramento da matéria-prima e à excelência na produção de charutos e cigarrilhas , conquistando o título de maior e mais importante fabricante de charutos da América do Sul. O lançamento do Rothchilde reflete a expertise e a tradição da família no Brasil.

 

 
  Newsletter
Cadastre-se e receba nossas
novidades em seu email.
Nome:
Email:


 
     
  Charutos Personalizados
Comemore o nascimento de seu filho, casamento ou uma conquista de sua empresa com charutos personalizados.



 
     
   Telefones:  (11) 5096-2494 / 5041-1596
  © Copyright Charutos e Bebidas. Todos os direitos reservados.
  Qualquer reprodução deste material deverá ser feita com autorização.