Davidoff adquire charutos Camacho
por Celso Nogueira

PartagasCompra confirma potencial de Honduras para charutos premium

Faltavam charutos encorpados de alta qualidade no vasto portfolio da Davidoff, que comercializa marcas como Avo, XO, Davidoff, Zino, Griffins, Mille, Grand Cru, Special, Aniversario e Millenium Blend, sendo esta última um pouco mais forte – só um pouco.

Com a aquisição da Camacho em outubro de 2008 a Davidoff preencheu a lacuna. Os Camacho estão entre os poucos charutos capazes de rivalizar com boas marcas cubanas em termos de potência, sabor, aroma e aparência. E ganhar em certos quesitos, como aparência, pois os Camachos se caracterizam pela boa construção e queima uniforme.

O diferencial dos Camachos é o tabaco procedente das melhores regiões de Honduras. Segundo o Instituto Hondurenho de Antropologia e História, a Coroa espanhola monopolizou o plantio e comercialização da planta, conhecida entre os povos nativos da América Central por diversos nomes, como Cohiba, Yoli, Petun, Picietl e Cumpal. Tabaco era o nome usado para as folhas enroladas, o que virou charuto. Tanto que em Cuba ainda chamam charutos de tabacos, popularmente. O tabaco era um dos principais produtos regionais.

Com a independência em 1921 foi fundada a República Federal, que englobava Honduras, Nicarágua, El Salvador, Costa Rica e Guatemala.

O monopólio estatal terminara em 1877, mas o contrabando continuou sendo o principal problema desta cultura. Em 1941 a República Federal deu lugar aos países citados, e Honduras continuou desenvolvendo variedades a partir de sementes locais.

A família Eiroa, comandada até hoje pelo patriarca Julio, deixou Cuba na época da revolução e apostou as fichas no vale de Jamastran, em Honduras, o terroir mais parecido com Vuelta Abajo que conheciam. O resultado, quarenta anos depois, é uma produção anual de 20 milhões de charutos, que  continuará sob sua supervisão após a venda da empresa para a Davidoff.

PartagasA empresa Charutos Camacho tem base em Danli, Honduras e em Miami, na Flórida, e se tornou membro do Grupo Oettinger Davidoff, sediado em Basel, na Suíça. Os charutos Camacho fazem sucesso nos EUA maior mercado de charutos premium, onde cerca de metade da produção mundial de charutos feitos à mão são vendidos.

A adição dos charutos Camacho para a família Davidoff expande a Davidoff da República Dominicana para Honduras e acrescenta dez atraentes marcas para o portfolio do grupo. Isso também dá acesso à Davidoff a uma das três maiores regiões produtoras de tabaco em Honduras, localizada no vale Jamastran, conhecida pelo tabaco Corojo.

"Com a adição dos Charutos Camacho e Christian Eiroa o Grupo Oettinger Davidoff une duas famílias com paixão pelo mundo dos charutos, um produto premium com ambição de lutar incessantemente pelos mais elevados padrões de qualidade", declarou na época da fusão o Dr. Reto Cina, CEO do Grupo Oettinger Davidoff.

As marcas incluem: Camacho, Baccarat "The Game", La Fontana, Legend-Ario Nacional e Brand. Charutos Camacho, que foi fundada pelo Sr. Simon Camacho, em 1961, tornou-se parte da Caribe Imported Cigars, Inc. e da família Eiroa, em 1994.



Christian Eiroa, aos 36 anos, filho de Julio Eiroa e o homem da terceira geração de tabacos permanecerá como Presidente da Charutos Camacho. Christian Eiroa, como o pai, Julio, tem passado sua carreira profissional exclusivamente no negócio de tabacos e charutos. "Nós sentimos que o Grupo Oettinger Davidoff vai manter a integridade da marca. Estou comprometido com o desenvolvimento contínuo das nossas marcas dentro de todos os EUA e outros mercados estrangeiros ", diz Christian Eiroa. Oba! Vai sobrar prá nós!

O Grupo Oettinger Davidoff é uma empresa familiar existente desde 1875. Com a aquisição da tabacaria de Zino Davidoff em 1970, a empresa procurou estabelecer Davidoff como uma marca internacional. A aquisição de Charutos Camacho é coerente com essa visão. O grupo presente em 120 países, com 200 pontos de venda próprios e 56 com a bandeira Davidoff (franqueados).



Celso Nogueira   Celso Nogueira - Celso Nogueira - Tradutor literário, editor e colunista especializado em alimentos e bebidas, realiza palestras e conduz degustações sobre gastronomia, cachaça e charutos. Foi um dos fundadores e atuou como diretor da confraria Cigar Club.

 

 
  Newsletter
Cadastre-se e receba nossas
novidades em seu email.
Nome:
Email:


 
     
  Charutos Personalizados
Comemore o nascimento de seu filho, casamento ou uma conquista de sua empresa com charutos personalizados.



 
     
   Telefones:  (11) 5096-2494 / 5041-1596
  © Copyright Charutos e Bebidas. Todos os direitos reservados.
  Qualquer reprodução deste material deverá ser feita com autorização.