Como tabaco para chocolate
Por Celso Nogueira

Por estranho que pareça, o tabaco é um ingrediente antigo de diversas receitas, como se pode constatar no sorvete de Thomas Jefferson,  do final do século XVIII.


E ainda hoje é assim, nos bombons de Paul A. Young, por exemplo, o chocolatier londrino da moda. A fumaça de um puro cubano pode, ainda, ser o principal ingrediente aromático para um chef espanhol premiado, como Jordi Roca.

Jordi Roca apresentou inovadoras técnicas de confeitaria na Cozinha de Demonstração do campus Centro da Universidade Anhembi-Morumbi, recentemente.  O conhecimento do chef espanhol surpreendeu os participantes da aula com técnicas de açúcar soprado, utilização de ingredientes diferenciados e até fumaça na composição das receitas. Os  participantes saborearam obras de arte culinária criadas para o restaurante El Celler de Can Roca.

Segundo Jordi, a referência para a criação de receitas baseadas em perfumes são as notas exaladas por cada fragrância. “Para perceber o resultado da criação, sempre junto com o prato da sobremesa levamos uma amostra do perfume para o cliente comparar o sabor ao perfume”, explicou o chef.


A última produção, chamada Viagem a Havana, utilizou a técnica da defumação. Por meio de um equipamento específico, o chef inseriu a fumaça de um charuto na preparação do prato para criar um novo sabor, com as características do tabaco. “É uma receita muito apreciada.


Tabaco, gerânio e pimenta

Para Paul A Young, em sua chocolateria de Islington, em Londres, tabaco e flores não são ingredientes incompatíveis com deliciosos bombons. Nascido em Yorkshire, ele estudou no New College e na universidade metropolitana de Leed antes de se tornar chefe de patisseria da Criterion Brasserie londrina. Daí a abrir sua própria loja foi um pulo. Paralelamente, desenvolvia suas criações para Marks and Spencer e Sainsbury’s.  Além do tabaco, ele usa a madeira preferida dos charuteiros em suas criações, como no Amedei Cedar Wood, uma barra de chocolate Amedei Toscano com óleo de cedro.

A seguir, uma receita norte-americana de Sorvete de Tabaco do tempo de Thomas Jefferson.


Sorvete de Tabaco
Ingredientes

1 l de creme de leite tipo nata (48% de gordura)
6 gemas
1 xícara (chá) de açúcar
Baunilha a gosto
¼ de xícara de tabaco

Preparo

Bata numa tigela as gemas e o açúcar até engrossar bem. Numa panela, aqueça o creme em temperatura média. Tempere com baunilha, acrescente o tabaco e mantenha em fogo baixo por dez minutos, mexendo sempre. Retire do fogo, coe e acrescente a mistura de gema e açúcar ao creme, sem parar de mexer. Retorne ao fogo baixo e mexa até engrossar bem. Espere esfriar completamente. Transfira para uma forma de sorvete e leve ao freezer, batendo quando começar a congelar. Ou use uma sorveteira caseira.

Rende seis porções

 

Celso Nogueira   Celso Nogueira - Celso Nogueira - Tradutor literário, editor e colunista especializado em alimentos e bebidas, realiza palestras e conduz degustações sobre gastronomia, cachaça e charutos. Foi um dos fundadores e atuou como diretor da confraria Cigar Club.

 

 

 
  Newsletter
Cadastre-se e receba nossas
novidades em seu email.
Nome:
Email:


 
     
  Charutos Personalizados
Comemore o nascimento de seu filho, casamento ou uma conquista de sua empresa com charutos personalizados.



 
     
   Telefones:  (11) 5096-2494 / 5041-1596
  © Copyright Charutos e Bebidas. Todos os direitos reservados.
  Qualquer reprodução deste material deverá ser feita com autorização.