Tabacos Orientais (ou Turcos)

Por Alfredo Maia

A grande confusão, quando se fala dos tabacos orientais, é que, com exceção do Latakia, costuma-se chamá-los de tabacos turcos, não obstante a grande variedade de  procedência.

Podemos dizer que todo tabaco turco é oriental, mas nem todo tabaco oriental é turco. Fica fácil confirmar essa afirmativa quando se relaciona os possíveis locais de procedência dos tabacos orientais:e variedades orientais já foram plantadas na Argentina, África do Sul, Rodésia e Paquistão, mas a maior parte da produção vem dos países mencionados anteriormente.

Os tabacos orientais contribuem com um aroma único e um sabor levemente adocicado as misturas nas quais são usa


Turquia

Este país tem diversas regiões de produção de tabaco, das quais podemos citar:
Esmirna ou Izmir –> ao sul, às margens do Mar Egeu
Anatólia –> mais ao norte, próxima à fronteira da Grécia
Samsum - Baffra –> no Mar Negro
Trabazon –> mais a nordeste, na fronteira com a Geórgia
 
Cada uma destas regiões produz diversos graus do mesmo tabaco, o que aumenta a quantidade dos tipos disponíveis. O trabalho nessas regiões é intensamente manual, com as folhas sendo colhidas uma a uma, com o valor mais alto sendo atribuído às  folhas mais altas da planta, que são as últimas a amadurecerem.

Esmirna
Situada no litoral do Mar Egeu, a região é responsável por mais de 60% de todo o tabaco produzido na Turquia. É um tabaco de folhas pequenas e talos ainda menores e baixo teor de nicotina. Sua cor é variável, indo do verde claro até dourado pálido. É muito usado  como “condimento” em misturas de tabaco para cachimbo, às quais empresta doçura e sabor levemente picante e delicadamente aromático. No início do século XX era o tabaco mais usado pelos fabricantes de cigarros nos Estado Unidos.

Anatólia
Região situada ao norte de Esmirna, produz um tabaco muito popular na Turquia, conhecido por nomes  como Dusdje, Hendek e outros.

 

Samsum
Ao redor da cidade de Samsum no litoral do Mar Negro, estende-se a região que produz aquele que é considerado um dos melhores tabacos do mundo, usado em algumas das misturas mais apreciadas de tabaco para cachimbo.
Este é um dos tabacos cuja produção  não pode ser conseguida em nenhuma outra parte do mundo, sendo que sua folhas pequenas, delicadas e de cor clara, além de seu sabor característico somente florescem nessa região.

Baffra
Situada na mesma região de Samsum, Baffra produz um tabaco com folhas mais avermelhadas e escuras e um aroma mais intenso. Também é um tabaco usado para dar mais aroma e sabor a misturas de tabacos para cachimbo, como as chamadas misturas inglesas.

Trabzon (ou Trebizonda)
Situada mais a leste  região de Samsum e Baffra, já próxima à fronteira da República da Geórgia, a região produz um tabaco de folhas mais claras e avermelhadas com um sabor forte e muito aromático. Sua produção é mais voltada para o mercado interno.

Grécia
Como a Turquia, a Grécia possui três tipos de tabacos com quase uma dúzia de sub-tipos, com denominações regionais, em alguns casos idênticas ao produto turco.
Por incrível que pareça, alguns desses tipos bem distintos uns dos outros são cultivados em regiões situadas a menos de 100 km de distância uma da outra.
Os tabacos mais comercializados no exterior são os do tipo Basma, Katerini e Bashi Bagli.

 

Basma
Plantado quase que exclusivamente na Grécia, este tabaco é considerado um dos melhores tabacos aromáticos do mundo, respondendo pro cerca de 35% da produção grega.
É um tabaco de folhas pequenas com cor que varia do amarelo dourado até o marrom. Seu sabor, que faz a delícia de todo fumante, é muito doce e refrescante. É usado em pequenas proporções em misturas inglesas para contrabalançar o sabor mais forte de outros tabacos e para melhorar as características de combustibilidade da mistura.

Xanthi
Plantado na região do mesmo nome, é bastante parecido como o Basma, do qual é considerado um sub-tipo. As excelentes qualidades de aroma do tipo Basma são também encontradas no tipo Xanthi.

Djebel
Originário da região montanhosa ao norte de Xanthi, o Djebel é bastante parecido como o mesmo, embora seja menos encorpado e de cor mais clara. É excelente para misturas, possuindo um delicioso sabor adocicado, mais fraco que o Xanthi, mas com melhores qualidades de combustibilidade, com folhas menores e mais finas.


Macedônios
Plantados nesta região da Grécia, estes tabacos são muito apreciados pelo seu sabor leve, suave e adocicado e pelo seu aroma agradável. Possui excelentes qualidades de combustão e pode ser usado como base ou como agente de sabor.

Bashi Bagli
O tipo Bashi Bagli é cultivado na Grécia central, produzindo folhas largas com uma cor amarelada levemente avermelhada. Muito usado para dar volume às misturas, possui um sabor forte e adocicado mas quase nenhum aroma. Seu uso deve ser muito bem dosado pois possui um teor de nicotina mais elevado que os outros tipos de tabacos cultivados na Grécia.

Katerini (Samsum)
Embora cultivado a centenas de quilômetros do distrito de Samsum na Turquia, este tabaco recebeu o mesmo nome do tabaco turco do Mar Egeu. Possui sabor agradável, um aroma delicado e excelentes características de combustão.
 

Outros tipos de tabaco cultivados na Grécia são o Dubec, Cavalla, Mahalla e Yeniji, todos eles sub-tipos do Basma.
 
Tabacos do tipo oriental também são cultivados nas repúblicas da ex-Iugoslávia (Bósnia, Sérvia, Croácia e outras), na Bulgária e nas repúblicas da ex-União Soviética ao redor do mar Negro, como a Geórgia. Em todos esses países os tabacos cultivados são das variedades Basma e Samsum, sendo que a Bulgária produz na sua região da Macedônia, ao norte da Grécia, tabacos do tipo Bashi Bagli.



Castro   Alfredo Maia - engenheiro químico, é autor do livro “Tabacos e Cachimbos”, lançado em dezembro de 2008, e moderador da CAC - Confraria dos Amigos do Cachimbo.

 

 
  Newsletter
Cadastre-se e receba nossas
novidades em seu email.
Nome:
Email:


 
     
  Charutos Personalizados
Comemore o nascimento de seu filho, casamento ou uma conquista de sua empresa com charutos personalizados.



 
     
   Telefones:  (11) 5096-2494 / 5041-1596
  © Copyright Charutos e Bebidas. Todos os direitos reservados.
  Qualquer reprodução deste material deverá ser feita com autorização.